domingo, 5 de outubro de 2014

Primeiras breves reflexões sobre o 2º turno nas eleições


Fico felicíssimo por haver um segundo turno. Acredito ser isso, no contexto brasileiro, uma grande oportunidade para o eleitor refletir mais profundamente sobre sua escolha para o Executivo. Diminui o número de candidatos e, esperançosamente, eles são obrigados a convencer o eleitor com base em ideias e propostas e não (apenas) em ataques pessoais de nível pré-escolar.

Uma outra coisa muito positiva é servir de “tapa na cara” para quem pensa ser invencível. É bom que aqueles que buscam a reeleição se sintam ameaçados pela desconfiança do eleitor. É bom que sintam os altares ou tronos sobre os quais alguns julgam assentar-se estremecerem. Isso é maravilhoso para a DEMOCRACIA.

Então, que venha o Segundo Turno para Presidente da República, e que o debate político qualitativo seja exigido pelos eleitores!

Gibson

O Brasil de ontem e de hoje

Gibson da Costa Em 2013, incendiaram as ruas, em protestos contra a corrupção e o descaso. Em 2014, votaram absolut...